HQ* - CINEMIN - Ebal - nº 061 - Outubro 1956 - "Helena de Tróia" - Desenhos de John Buscema

HQ* - CINEMIN - Ebal - nº 061 - Outubro 1956 - "Helena de Tróia" - Desenhos de John Buscema

HQ* - Histórias em Quadrinhos -

CINEMIN - nº 61 - Outubro/1956 - Aqui um gibi bastante antigo e muito interessante, década de 1950, da Ebal, com o filme norte-americano quadrinizado, "Helena de Tróia - Helen of Troy", dirigido por Robert Wise, de 1956, cuja personagem principal foi vivida pela belíssima atriz italiana Rossana Podestá, no auge de sua beleza. Em 1954 ela havia aparecido em Ulysses, com Kirk Douglas, e "roubou a cena". Era realmente lindíssima.

O filme relata o famoso episódio do rapto de Helena, por Páris, um guerreiro troiano, o que desencadeou, entre os séculos XIII e XII A.C., uma sangrenta guerra entre gregos e troianos, que ficou conhecida como Guerra de TróiaPáris é interpretado por Jacques Sernas, um ator francês que se destacou também no cinema italiano, e que fez enorme sucesso no Brasil na década de 1950. Importante registrar que a atriz Brigitte Bardot, em início de carreira, também aparece no filme.

O episódio e, principalmente, a Guerra, são clássicos na literatura e já renderam inúmeras filmagens, tendo sido o filme de 1956 publicado em Cinemin, com desenhos - pelo que constatei - de John Buscema (1927 - 2002), um dos mais destacados quadrinistas de todos os tempos.

Os quadrinhos são primorosos, enchem os olhos. E a edição do gibi original, pela Dell, nos USA foi a cores, magnífica! 

O gibi Cinemin especializou-se em publicar filmes de aventuras/faroestes/históricos, e se tornou extremamente popular na década de 1950. É preciso considerar que era uma época em que ainda não existiam os recursos de reprodução de filmes hoje conhecidos - fita VHS (agora totalmente ultrapassadas), DVD e Blu-Ray. O gibi, na verdade, desempenhava esse papel, era o nosso Blu-Ray, a única forma de "revermos" o filme quando quiséssemos. As novas gerações simplesmente não entendem isso !!!

Com a consolidação da TV no Brasil, com forte programação de filmes, a procura por esses gibis foi caindo até provocar o fim de suas edições. Uma pena, porque poderiam ter evoluído para exemplares a cores, com melhor apresentação e publicando filmes de maior apelo junto ao público. Infelizmente não aconteceu.

De qualquer forma temos hoje - nós, os colecionadores - exemplares históricos de grandes gibis, com desenhos magníficos como é o caso deste "Helena de Tróia". Uma preciosidade !!!

Leiam mais sobre Cinemin, no módulo "Curiosidades sobre Gibis" - item 36 e, no item 58:

- uma matéria especial sobre este gibi - Helena de Tróia - edição a cores da Dell americana !!! 

 
 
                                  Vejam abaixo, sua capa (idêntica à de Cinemin (e contra-capa)
 
            
                                                         Imagem cedida por Luis Peix - RJ
                              

Posso afirmar, sem qualquer dúvida, que é realmente um dos momentos mágicos da história dos gibis. É impressionante o visual dos quadrinhos. Simplesmente fantásticos !!! Vejam uma das páginas abaixo.

 

.........................................................................................................................................................................................................................

 

Obs.:

 Selo-Destaque

 

Este gibi Cinemin - Helena de Tróia - é destaque no módulo "Momentos Mágicos dos Gibis", deste site, item 13.

.............................................................................................................................................................................................................................

 

       Vejam uma das maravilhosas páginas do gibi             E, abaixo, a mesma página a cores, no gibi

                     brasileiro, em preto-e-branco,                                            americano, da Dell 

                                                      Desenhos originais de John Buscema

     

Página do gibi de meu acervo: www.70-anos-de-gibis         https://pappysgoldenage.blogspot.com.br    

 

 

Matéria produzida em 2015, revista em 2018 e 2019.