RF* - SUPERAVENTURAS - Ediex - nº 02 - 1960 - c/Gary Cooper - "Matar ou Morrer (High Noon)"

RF* - SUPERAVENTURAS - Ediex - nº 02 - 1960 - c/Gary Cooper - "Matar ou Morrer (High Noon)"

RF* - Reprodução de Filmes -

SUPERAVENTURAS - nº 02 - 1960 - Neste número de Superaventuras da Editora Ediex (Editormex), nada mais, nada menos, que um dos mais cultuados faroestes já feitos - Matar ou Morrer (High Noon) - 1952, de Fred Zinnemann, com Gary Cooper, Gracy Kelly, Katy Jurado, Loyd Bridges, entre outros, apresentado no gibi com o título de "Dia Sangrento"

 
- Abaixo, o elenco principal de High Noon                                             
- Bridges, Katy Jurado, Gary Cooper e Grace Kelly
 
https://drafthouse.com
                                    

O filme teve roteiro de Carl Foreman e nasceu de um conto chamado The Tin Star - que daria, também, origem a outro bom western: "O Homem dos Olhos Frios - The Tin Star", com Henry Fonda e Anthony Perkins, dirigido pelo grande diretor Anthony Mann (publicado neste módulo - gibi Star Ciné Aventures!). 

Consta que o roteiro teria sido uma manifestação contra o macarthismo - a caça aos comunistas (caça às bruxas) - que ocorreu nos USA no início dos anos 1950. Em qualquer enquete sobre faroestes, High Noon está sempre classificado nos primeiros lugares. É um filme precioso, mostrando, com detalhes, a reação de um homem frente ao perigo, numa situação peculiar: completamente abandonado por aqueles que, de alguma forma, poderiam ajudá-lo.

Gary Cooper ganhou o Oscar de melhor ator com o papel de Will Kane, o xerife que prefere arriscar sua vida enfrentando os quatro bandoleiros, quando os habitantes da cidade sugeriam que fugisse, abandonando-o à própria sorte. Há controvérsias a respeito de seu roteiro, ou seja, muitos o condenam sob o argumento de que o representante da lei é pago para combater o crime e não caberia aos membros da comunidade assumir riscos, caso optassem por defendê-lo. O fato é que a história acabou gerando um fantástico western !!! 

O bando de quatro foras-da-lei que retorna à cidade para acertar contas com Will Kane é composto por grandes atores, o que valorizou ainda mais o western: Ian MacDonald (em grande interpretação do bandidão Frank Miller), Robert J. Wilke (Pierce), Lee Van Cleef (Colby) e Sheb Wooley (Ben Miller, irmão de Frank), que era, também, cantor country.

A música do filme "Do not forsake me (oh my darlin')" - The Ballad of High Noon, vencedora do Oscar 1953 (filmes de 1952) é cantada em vários momentos durante o filme, na voz de Tex Ritter. É uma composição de Dimitri Tiomkin e Ned Washington, dupla que dispensa apresentações.  

O gibi é de muito boa qualidade, contendo fotos muito nítidas, aliás, a fotografia do filme, em preto-e-branco, é primorosa. Este gibi transformou-se em uma verdadeira relíquia para os colecionadores, não só por sua qualidade, mas principalmente pela importância que o filme adquiriu ao longo do tempo, sendo hoje considerado um dos maiores clássicos do cinema, e não apenas do gênero western

O gibi foi publicado anteriormente na França no gibi Star Ciné Aventures! (e também no gibi Sherif - vejam abaixo) com idêntica capa, e que foi repetida na edição brasileira da Ediex

Existe um outro gibi quadrinizado, sobre "Matar ou Morrer", um gibi genuinamente brasileiro, com o título de Clássicos do Faroeste - nº 03 (com vigorosos desenhos de Shimamoto), já publicado neste módulo "Produtos - Acervo". Vale a pena consultar o item.

Leiam mais informações sobre este gibi e sobre o filme, no módulo "Cartazes, Fotos e Informações ..." - item 11, neste site e, sobre a Ediex, no módulo "Curiosidades sobre Gibis" - itens 4, 23, 24, 28, 43 e 48, além dos inúmeros comentários dos vários gibis publicados neste módulo "Produtos - Acervo". 

Um grande filme, um grande gibi !!!

 

- Abaixo, uma das grandes cenas de "High Noon" e do gênero western (a solidão de Will Kane). A foto é colorizada, mas o filme foi feito em preto-e-branco de altíssima qualidade                                           

 

www;artsundculturereviews.com

 

- E o gibi Sherif, editado na França, década de 1960

www.starducine.com

 

 

Matéria produzida em 2014, revista em 2017 e 2019.