REIS DO FAROESTE - Ebal - nº 21 - fev 1955 - c/Rex Allen

REIS DO FAROESTE - Ebal - nº 21 - fev 1955 - c/Rex Allen

REIS DO FAROESTE -  da Ebal, foi um dos principais gibis da década de 1950. Por ele passaram vários heróis, entre os quais Rex Allen, como é o caso deste número. Havia uma disputa muito grande entre os gibis Reis do Faroeste e Aí Mocinho! dividindo a preferência da garotada na época, com alto índice de vendagem. Ambos eram campeões de vendas, mas o fato é que a Ebal possuía inúmeros gibis que ocupavam os primeiros lugares de venda, aí sim, disputando ferozmente com a RGE a preferência da meninada. 

Quem ganhava com isso éramos nós, os leitores. Tínhamos uma quantidade enorme de gibis à venda todos os meses.

Reis do Faroeste ficou na memória de todos aqueles que viveram sua infância/juventude naquela década. Trazia inúmeros heróis e capas muito sugestivas, além de terem sido editados valiosos almanaques que até hoje são procurados por colecionadores. A Ebal, já na década de 1970, publicou uma série de gibis de menor tamanho com o título de Reis do Faroeste (na mesma linha de Epopéia e Epopéia Tri), com histórias vindas da Itália, aliás com enredos bastante consistentes e belos desenhos. 

É uma pena que esses gibis - e tantos outros - desapareceram definitivamente das pautas de publicação das editoras, existindo apenas nos arquivos dos colecionadores e, principalmente, em nossa memória.

Rex Allen foi um dos chamados cowboys cantores, juntamente com Roy Rogers, Gene Autry e Tex Ritter.