O Amigo da Onça - de Péricles

Início: 02 06 2018

                             www. efecade.com.br

Importante: Os objetivos deste site são unicamente "CULTURAIS", isto é, o site não visa ganhos financeiros de qualquer espécie e não aceita propagandas

 

Tem como princípio a divulgação não onerosa de quaisquer trabalhos relacionados a gibis, historietas, tiras de quadrinhos, e outros similares, buscando sempre e, prioritariamente, a preservação da memória de todas essas publicações. 

..............................................................................................................................................................
 

O Amigo da Onça é um personagem genuinamente brasileiro , criado pelo cartunista Péricles Maranhão (1924-1971). 

 

E O Amigo da Onça, por suas indiscutíveis qualidades tanto de imagem quanto de conteúdo, entra agora neste site, como uma espécie de "carona" dos gibis, mas considero isto justo, e acredito que os internautas concordarão.

 

Farei aqui a publicação do trabalho de Péricles, na forma que denominarei de "Pranchas", numerando cada uma delas para facilitar sua eventual consulta, e mesmo para o caso de alguma dúvida em relação ao seu conteúdo. 

 

Péricles foi econômico e sintético em seu trabalho. Sua obra constituiu-se no que chamaríamos de "um só quadrinho", ou seja, conseguia transmitir de forma incrível - ferina e certeira - uma situação hilariante, utilizando o personagem "O Amigo da Onça" que sempre colocava alguém (seu pseudo-amigo) em situação difícil. 

 

Na verdade o personagem é uma clara alusão ao falso amigo, aquele que se aproveita da boa-fé ou confiança de alguém, que o engana e o deixa, na maioria das vezes, em uma situação delicada e desconfortável.

 

Consta que a expressão "O Amigo da Onça" vem de uma historieta (anedota) conhecida, em que dois amigos conversam sobre a dificuldade de uma caçada de onça, e um deles sempre retrucava a cada observação feita pelo outro, chegando ao ponto deste perguntar: "mas você é meu amigo ou amigo da onça?"

 

O trabalho de Péricles foi publicado por 17 anos ininterruptos, desde 1943, semanalmente, na Revista "O Cruzeiro", do Rio de Janeiro, editada pelos Diários Associados, de Assis Chateaubriand (o sucesso da revista fez com que sua editora passasse a se chamar Editora O Cruzeiro), cujo primeiro número data de 1928, tendo saído de circulação em 1975

 

Farei a inserção das pranchas de forma aleatória, isto é, não observando a sequência em que foram publicadas, visto que seria uma tarefa extremamente difícil a ordenação das mesmas, mesmo porque não possuo todas as publicações, e o objetivo principal desta página é divulgar o trabalho de Péricles, além de facilitar o acesso dos internautas às pranchas. 

 

Registro aqui as homenagens deste site a Péricles, publicando uma bela caricatura sua, de autoria de Jorge Inácio: 

O Grande cartunista Péricles  jorgeinacio14.blogspot.com
 
 

Vamos à pranchas:

 

Prancha Número 1:

 
        
                                               www.pinterest.com
 
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
 

Prancha Número 2:

 
    
 
                                                   www.pinterest.com
 
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
 

Prancha Número 3:

 
        
                                                      www.pinterest.com
 
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
 

Prancha Número 4:

 
                                                          https://nossoportugues.com.br
 
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
 

Prancha Número 5:

 
                                                                                  www.joaoalberto.com
 
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::